Quem é Avril Lavigne, informações pessoais e como foi descoberta

Avril Ramona Lavigne (Belleville, 27 de setembro de 1984) é uma cantora e compositora canadense. Também desenvolve trabalhos paralelos na área do design de moda, da filantropia e, ocasionalmente, como atriz.

Alguns críticos a denominam como Princesa do Pop Punk. Iniciou sua carreira musical ao assinar contrato em dezembro de 2001, após uma apresentação feita pela cantora em uma feira e exposição de gado, quando despertou o interesse do produtor L. A. Reid, que trabalhava na já extinta Arista Records.

Até 2011, os seus então quatro álbuns de estúdio, Let Go, Under My Skin, The Best Damn Thing e Goodbye Lullaby, já haviam vendido juntos mais de 35 milhões de cópias e 50 milhões de singles em todo o mundo, além de mais de 500 mil álbuns e 700 mil downloads pagos somente no Brasil, sendo uma das recordistas de vendas digitais no país, de acordo com a ABPD. Lavigne também é uma das jovens mais ricas do mundo, segundo a lista da revista Forbes, com uma renda de mais de 12 milhões de dólares por ano.

A revista Rolling Stone criou uma votação para eleger as 100 melhores canções e discos entre 2000 e 2009, na qual a música “Complicated” ficou na oitava posição e o álbum Let Go na quarta, respectivamente. Lavigne também está no livro Guinness World Records como a cantora mais jovem a estrear no topo da parada oficial do Reino Unido, aos 18 anos e 106 dias de idade, em 11 de janeiro de 2003, com Let Go, que alcançou o primeiro lugar em sua 18º semana na UK Albums Chart. O mesmo trabalho entrou na posição 162º na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.

A revista Billboard fez uma lista dos 100 artistas mais populares da década de 2000 nos Estados Unidos, na qual Lavigne ficou na 28ª posição. Na categoria Billboard 200 Artists, que indica os artistas mais bem sucedidos na parada de vendas de álbuns Billboard 200, a canadense ficou na 38ª colocação – além da 10ª posição na Pop Songs, na 48ª na Radio Songs Artists e na Digital Songs Artists. No Brasil, o portal de entretenimento e notícias IG elegeu a cantora, através de mais de meio milhão de votos de internautas, como o “som da década” de 2000. Já foi lançado o seu quinto álbum de estúdio autointitulado Avril Lavigne, em 5 de novembro de 2013 pela gravadora Epic Records.

Além de cantora e compositora, Avril Lavigne também está envolvida nas áreas de moda e perfumaria, lançando a fragrância Black Star, criada sob licença da Procter & Gamble; e uma linha de roupas, Abbey Dawn, lançada em julho de 2008 nos Estados Unidos pela loja Kohls. Também fez participações em três filmes, Going the Distance, Fast Food Nation e The Flock, além de ter composto a faixa-tema do filme Alice no País das Maravilhas, de Tim Burton, “Alice”. A artista foi casada com o vocalista da banda Sum 41, Deryck Whibley, por três anos — entre 2006 e 2009. E é atualmente casada com Chad Kroeger, vocalista da banda Nickelback, desde 1 de julho de 2013.

Infância e carreira da diva, que é um sucesso!

Avril Ramona Lavigne, oriunda de uma família cristã de classe média, filha de Jean-Claude Lavigne (nascido no departamento da Mosela, França) e de Judith-Rosanne “Judy” Loshaw, anglo-canadense, nasceu no dia 27 de setembro de 1984, em Belleville, cidade canadense que possui uma população de cinco mil habitantes. Seu pai, Jean-Claude Lavigne, nomeou-a “Avril” após a palavra francesa para o mês de abril.

Em dois anos de idade, ela começou a cantar músicas da igreja com sua mãe, Judith-Rosanne “Judy” (née Loshaw). Judy reconheceu o talento de sua filha com aquele tempo de vida, depois de ouvi-la cantar “Jesus Loves Me” na igreja. Lavigne tem um irmão mais velho, Matthew, e uma irmã mais nova, Michelle, tanto de quem brincava com ela quando ela cantava. “O meu irmão costumava bater na parede, porque eu toda hora ia cantar quando ele estava dormindo e eu penso hoje que aquilo era realmente irritante.”

Poucos meses depois a família mudou-se para Napanee, também no Canadá. Apesar dela ter lutado para prestar atenção na escola, às vezes sendo expulsa da classe por mau comportamento, seus pais apoiaram-na no início de sua carreira de cantora. Seu pai comprou-lhe um microfone, um kit de bateria, um teclado e vários violões, e converteu seu porão em um estúdio. Quando Lavigne tinha 14 anos, seus pais a levavam para sessões de karaokê. Ela também começou a escrever suas próprias canções. Sua primeira canção foi chamado de “Can’t Stop Thinking About You”, sobre uma paixão adolescente, que ela descreveu como “bonito e extravagante”.

Cantava canções do gênero gospel e country desde os dois anos de idade. Anos mais tarde, Avril se apresentava em corais na igreja da cidade e, depois disso, passou a cantar em feiras e exposições de gado. Quando se tornou adolescente aprendeu a tocar guitarra sozinha.

Aos 13 anos, em 1998, Lavigne venceu um concurso de canto promovido por uma rádio local, que concedia ao vencedor o direito de dividir o palco com Shania Twain, uma notável cantora de música country. Avril se apresentou para um público de aproximadamente 20 mil pessoas.

Twain e Lavigne cantaram “What Made You Say That”. Durante uma apresentação no Teatro Lennox, Lavigne foi flagrada pelo cantor Stephen Medad que a convidou para contribuir com a canção, “Touch the Sky” para seu álbum de 1999, Spirit Quinte. Em seguida, ele cantou “Temple of Life” e “Two Rivers” para seu álbum, My Window to You, em 2000. Pouco tempo depois Avril contratou seu primeiro empresário, Cliff Fabri, que havia notado a experiência de Lavigne quando ela ainda tinha 14 anos de idade e estava se apresentando em uma livraria no Canadá.

Abandonou a escola aos 15 anos, e seus pais concordaram em mandá-la para Nova Iorque para tentar a carreira artística. Nessa época Avril já havia descoberto sua preferência pelo rock, e gravou sua primeira fita demo, que chamou a atenção de L. A. Reid. Após se mudar para Los Angeles a cantora começou a trabalhar com Cliff Magness e o grupo de compositores conhecido atualmente como The Matrix. Assinou um contrato de mais de um milhão de dólares em dezembro de 2001 com o presidente da gravadora Arista Records, o produtor Antonio L. A. Reid,45 e então começaram os preparativos para seu primeiro álbum, Let Go, que obteve um bom desempenho mundial com a canção “Complicated”.

Apresentação nos Jogos Olímpicos de Inverno

Nas Olimpíadas de Turim, Avril participou da cerimônia de encerramento dos Jogos, bem como do início da contagem regressiva para Vancouver 2010, cantando a música Who Knows, junto com apresentações de dançarinos e o cantor Andrea Bocelli, representando a Itália.

O espetáculo foi visto por uma plateia de cerca de 32 mil pessoas e uma audiência televisiva global superior a 500 milhões. Avril apareceu em um especial de oito minutos, destinado a homenagear o Canadá e apontar o caminho para os Jogos de Inverno de 2010, realizados em Vancouver.

Em uma reportagem da CBC, os organizadores disseram que Lavigne vai “começar a contar a história dos Jogos do Canadá, apresentando uma combinação de talento exclusivamente canadense e os temas que refletem o país de ponta a ponta”.

Apresentações em 2010

Quatro anos depois, nas olimpíadas de Vancouver em 2010, no Canadá, a cantora voltou a fazer parte das cerimônias de encerramento dos jogos, em 28 de fevereiro de 2010, no estádio BC Place Stadium, com uma plateia de mais 60 mil pessoas.

Todo o evento foi transmitido ao vivo no Brasil pela Rede Record e Record News das 0h até as 2h, horário de Brasília. Avril cantou junto com sua banda, por mais de cinco minutos, as canções “My Happy Ending” e “Girlfriend”, usando um vestido vermelho e branco, em homenagem ao seu país.

Sua performance foi muito elogiada, segundo o site MSN, que disse ainda que Avril agitou a população canadense durante a cerimônia de encerramento.

Indicações e premiações recebidas

Avril Lavigne recebeu e foi nomeada em vários tipos de prêmios ao redor do mundo, inclusive no Brasil. Em 2003, obteve oito indicações no Grammy Awards: nas categorias de música pop do ano pelo seu primeiro single “Complicated”, música de rock do ano por “Sk8er Boi”, melhor vocal feminino, artista revelação do ano e melhor álbum pop por “Let Go”.173 Ainda em 2003, ela foi indicada em onze categorias dos Junos Awards, vencendo em sete: Melhor Artista Revelação, Melhor Álbum Pop do Ano, Canção do Ano, entre outros.

Avril foi indicada no VMB, da MTV Brasil, em 2003, por “Complicated”,175 em 2004 por “Don’t Tell Me” e em 2005 por “He Wasn’t”, todos na categoria de Melhor Videoclipe Internacional.176 Lavigne também recebeu prêmios em diversas categorias, como a de Primeira-Dama do TRL Awards em 2006 e em 2008, e no NRJ Music Awards em 2005 e 2008, nas categorias de Melhor Artista Feminina Internacional.

No Canadian Radio Music Awards, Lavigne ganhou em cinco categorias em 2003, uma em 2004 e uma indicação em 2005.178 179 Ela também recebeu dois prêmios no World Music Awards, faturando na categoria de Artista do Pop Rock e na de Canadense do Ano.

Em 2010, Avril voltou a concorrer a prêmios pela MMVA (MuchMusic Video Awards), premiação anual de música, arte, televisão, entre outros, criada pela Canadian Network,181 e transmitida pelo canal MuchMusic; Alice tinha duas indicações, uma de International Video of the Year by a Canadian e UR FAVE Video, porém, perdeu para Justin Bieber em ambas categorias.

O evento foi realizado no dia 20 de junho de 2010. Na premiação do TRL Awards, da MTV Networks, que aconteceu em Gênova, Itália, no dia 8 de maio, Avril foi indicada na categoria de Best International Act com a canção Alice.185 No Kids’ Choice Awards México 2010, premiação anual mexicana realizada pelo canal Nickelodeon, o single estava na disputa pela “Melhor Canção do Ano”.

Em 2012, Avril foi indicada no Juno Awards, com três indicações ao todo. No Japão, a cantora venceu a Billboard Japan Music Awards de 2012 como melhor canção airplay com single “What The Hell” e como artista do ano.

Características musicais e influências

Avril Lavigne, desde o começo de sua carreira, sempre disse quais eram suas influências musicais. Em uma reportagem da rede de televisão CNN, ela afirmou que gosta de rock, principalmente de bandas do sexo masculino, como Nirvana, Green Day, System of a Down e Blink-182, mas que começou a ouvir músicas desse gênero e do pop apenas quando tinha 12 anos de idade, pois seus pais a proibiam de escutar canções que não fossem do estilo gospel e corais de igreja. Suas composições também começaram naquela idade. No gênero punk rock, Avril diz ter influências do grupo britânico Coldplay. A cantora também assume um estilo pop em seus álbuns de estúdio.

Eu definitivamente estou na música rock, e eu sinto que é onde meu coração está. Neste ponto da minha vida, quando eu escrevo, essa é a música que eu vou criar e cantar. Estou constantemente mudando, e meu estilo está sempre mudando. Isso é algo pessoal“. — Avril, falando sobre seus estilos musicais para a CNN.

Lavigne também gosta de Alanis Morissette, Goo Goo Dolls, e de fazer covers de músicas de Joan Jett,191 Bob Dylan,192 Lenny Kravitz193 e Metallica.

Ela é referência musical para outros artistas e conjuntos. A banda Paramore é um deles, que mistura os estilos de Avril com um rock mais pesado. A cantora Cassadee Pope, líder da Hey Monday, disse para o jornal New Times que Lavigne é a maior influência para ela. No Brasil, a banda de rock Fake Number disse no portal filiado da Globo.com, que a vocalista do grupo, Elektra Mosley, é a versão brasileira de Avril, e segundo Mosley, esse é o maior elogio de sua carreira. A banda Lipstick também afirma que é influenciada pela canadense.

Avril Lavigne é uma ótima compositora

Ao todo, Avril já escreveu mais de 100 canções.200 Desde o álbum Let Go e em todos os álbuns subsequentes lançados, ela compôs suas canções e rejeitou músicas prontas de outros artistas, ou que não tivessem sua participação na composição. Mesmo antes do começo da carreira de cantora, ela escrevia para outros artistas, como em 1999, para a banda The Quinte Spirit, que contou com a presença da canadense, na época com 14 anos, na canção “Touch the Sky”. Em 2000, Avril conduziu o vocal principal de duas canções: “Temple of Life” e “Two Rivers”, do álbum de estúdio My Window to You. Ela afirmou: “Acho o que mais me diferencia dos demais artistas jovens é que eu componho meu próprio material. Eu toco, eu canto, eu componho… Nada falso”.

Ela possui um dom. Todas as pequenas nuances que somente os grandes músicos conseguem extrair com suas vozes. Dinamismo que realiza grandes feitos. Fazer com que uma canção seja calma e suave, para em seguida explodir com vigor e potência, em poucos compassos… Somente grandes mestres conseguem isso“. — Medd, produtor musical.

Avril continuou a escrever músicas para outros artistas. Em 2004, foi para Kelly Clarkson, na música “Breakaway”, usada no disco de mesmo nome, lançado dois anos depois, e tocada no programa American Idol.

A dupla japonesa Puffy AmiYumi também lançou singles escritos por Avril junto com Butch Walker, “All Because of You”, e a canção “I Don’t Wanna”, esta do álbum Bring It.

A cantora inglesa Leona Lewis, também lançou um single composto por Lavigne chamado “I Will Be”, em 2008,204 do seu primeiro álbum de estúdio, Spirit. Em 2010, Avril Lavigne escreveu a canção “Cheers (Drink to That)” para Rihanna, junto com outros cantores, segundo registro da ASCAP.

Essa música está no álbum de estúdio intitulado Loud, e terá partes que lembrarão um outro hit de Avril, “I’m With You”. No mesmo ano a protagonista do seriado ICarly, Miranda Cosgrove, também lançou um single chamado de “Dancing Crazy” que foi escrito por Avril juntamente com outros dois compositores.

Carreira cinematográfica e televisiva

Em sua carreira de atriz, Lavigne participou de alguns filmes em papéis menores, como em Going the Distance e Fast Food Nation – este baseado em um livro favorito da cantora, de Eric Schlosser.

Avril fez parte da dublagem do filme The SpongeBob SquarePants Movie e da animação americana Over the Hedge, no qual ela trabalhou ao lado de William Shatner, Bruce Willis, Garry Shandling, Wanda Sykes, Nick Nolte e Steve Carell.

Avril também contracenou com Richard Gere no filme The Flock, como a namorada de um criminoso suspeito. A cantora disse em uma entrevista que fará uma atuação como personagem principal em algum filme.

Avril escreveu e gravou a canção “Keep Holding On”, em parceria com Dr.Luke, para a trilha sonora oficial do filme Eragon.

Essa canção também fez parte de seu terceiro álbum de estúdio, The Best Damn Thing.

O single foi lançado digitalmente para download no dia 28 de novembro, e mundialmente chegando nas rádios em 2006 e em 2007.

Avril fez uma participação no filme Going the Distance, realizando uma performance de Losing Grip, e também apareceu com sua banda em um episódio do Sabrina, the Teenage Witch, em uma performance de “Sk8er Boi”.

Ela gravou a canção-tema do filme The SpongeBob SquarePants Movie, e compôs e gravou a do filme Alice in Wonderland, de Tim Burton, “Alice”.

O longa-metragem foi lançado no primeiro semestre de 2010, liderando as bilheterias dos EUA, Canadá e Brasil.

Trabalhos publicitários da diva

Canon – (Famosa marca mundial de câmeras e filmadoras)

Em outubro de 2008, ela assinou um contrato com a empresa Canon, do Canadá, uma marca conhecida mundialmente e que desenvolve e fabrica produtos como câmeras digitais, máquinas de vídeo, copiadoras, faxes, scanners, impressoras, sistemas de imagem, entre outros, sendo a “garota-propaganda” oficial da marca e aparecendo em várias estações de TV canadenses.

Um dos motivos da escolha de Lavigne, segundo o diretor do grupo, Sunith Lobo, é garantir a relevância dos produtos voltados para a música, arte e simpatizantes de fotografia, e que Avril tem a capacidade de atrair esse público-alvo.

Entre os produtos anunciados estão uma linha de câmeras digitais SLR e uma compacta da ELPH. Nas fotos, a cantora divulga sua linha de roupas Abbey Dawn.

Em uma entrevista, Lavigne disse que está empolgada com esse projeto e que sempre gostou de fotografias, e encerrou dizendo que sempre tem uma máquina fotográfica no bolso. Em 2009, a Canon fez um outro vídeo para as festas de fim de ano.

A cantora aparece vestindo uma roupa vermelha, e ao final do comercial ela abre uma grande caixa de presente, que toca a canção “One of those Girls”, do seu terceiro álbum de estúdio The Best Damn Thing.

T-Mobile – (Marca de aparelhos celulares)

Avril Lavigne fez um comercial para a empresa T-Mobile para a divulgação de uma linha de celulares 3G nomeada MyTouch. Na propaganda, ela atua com outros artistas, como Brad Paisley e Wyclef Jean.

Lavigne fez comentários falando a respeito do produto e como ele influencia o seu cotidiano. No plano de fundo do celular aparece uma foto do desfile da marca Abbey Dawn.

Esse comercial apareceu no programa American Music Awards, na rede de televisão norte-americana ABC.

Mike Belcher, vice-presidente de marketing e comunicação da marca, disse que a escolha de Avril para anunciar seus produtos se deve a que ela eleva o status do aparelho e supera o “ruído” criado por outras publicidades.

A T-Mobile fez uma promoção com celulares de edição limitada da Fender, com canções pré-carregadas da cantora.

Nos vídeo-comerciais da empresa, Lavigne sempre aparece usando uma fita preta com um lacinho no lado esquerdo do cabelo, além de muito estilosa, como sempre.

Lotto – (Marca de roupas estilo rock)

A marca Lotto da China fechou um acordo de cooperação com Avril Lavigne para lançar produtos a ser criado e o lançamento de uma nova marca para os jovens com o estilo de vestuário de moda da cantora e design exclusivo.

A marca é o tema da campanha, juntamente com a maioria dos consumidores chineses com um objetivo voltado para o rock e a moda vai desencadear, segundo a empresa, a liberação de ideias livres, e criar um novo estilo de roupas esportivas.

A Não é nem preciso falarmos que a canadense se deu muito bem com esse projeto, deixando centenas de jovens e fãs em todo o mundo, inspirados em usar o seu estilo e a marca Avril x Lotto.

 

Participações telesivas

Lavigne participou do programa American Idol, dos EUA, em agosto de 2009. Ela foi jurada oficial, junto com Victoria Beckham, Katy Perry, Mary J. Blige, Shania Twain, e Joe Jonas, entre outros artistas.

A cantora passou um dia em Los Angeles, julgando os candidatos que estavam na disputa. Esse episódio foi transmitido em 27 de janeiro pela rede de televisão FOX.

Em uma entrevista nos bastidores do programa, ela comentou como o processo de avaliação é importante e que realmente intimida os participantes.

Avril relembrou suas primeiras audições, quando era criança, na escola e no teatro, e que, sendo uma pessoa tímida, “isso é uma coisa difícil de fazer”.

Ela lembrou também de candidatos do programa que suavam, nervosos, enquanto outros se recusavam a deixar a sala ao receber um “não” como resposta dos jurados.

Avril falou que se divertiu no American Idol e que a convivência foi boa, que ficou impressionada com o jurado Simon e suas atitudes, que segundo Avril, foi o contrário do que todos dizem dele, que é muito “malvado”.

Covers e performances com outros artistas

Avril cantou a canção “Fuel”, da banda de heavy metal Metallica, durante o MTV Icon 2003. Regravou o hit de John Lennon, “Imagine”, para o álbum Instant Karma: The Amnesty International Campaign to Save Darfur.

Fez dueto em uma canção com John Rzeznik, no Fashion Rocks Concert em 2004, com produção de Eric Book, e realizou uma performance ao vivo de “It Is Time for a Love Revolution”, do cantor Lenny Kravitz. Regravou “Knockin’ on Heaven’s Door”, um clássico de Bob Dylan. Seu videoclipe mostra as vítimas da guerra em todo o mundo.

Também já cantou em seus concertos: “Basket Case” e “American Idiot”, do Green Day, “Bad Reputation”, de Joan Jett, “Chop Suey!”, do System of a Down, “Iris”, do Goo Goo Dolls e “All the Small Things”, do Blink-182, além de apresentar “Tik Tok”, gravada pela cantora Kesha, no BBC Live Lounge.

Casamento com Deryck Whibley

Avril Lavigne e Deryck Whibley começaram a namorar em 2004, noivaram em 2005 e casaram-se em 15 de junho de 2006, ela aos 21 e ele aos 26 anos de idade. Na cerimônia, realizada em uma propriedade particular em Montecito, no estado da Califórnia, estavam presentes cerca de 110 convidados.299 Lavigne usou um vestido diferente dos tradicionais, composto por uma gola e tecido longo. Dias depois do casamento, eles fizeram uma comemoração na cidade Veneza, Itália.

No mesmo mês do casamento, a cantora realizou sua turnê europeia, denominada The Bonez Tour, para divulgar o álbum Under My Skin. Na época, Avril e Deryck venderam suas casas em Toronto para se mudarem para uma mansão em Bel Air, um bairro nobre de Los Angeles,301 avaliada em 9,5 milhões de dólares. Segundo a agência Reuters, a mansão inclui um elevador, sala de sauna e garagem para dez carros.

No início de outubro de 2008, o tablóide National Enquirer publicou que a cantora estaria separada, depois de dois anos de casamento, porque Deryck teria afirmado que preferia desfrutar os milhões de dólares dela ao invés de trabalhar. Porém, a separação não foi confirmada e Avril negou os boatos até então.305 O casal faturou mais de 18 milhões de dólares em 2008, ficando na 14ª posição entre os que mais faturaram nesse ano, com cerca de 15 milhões de dólares arrecadados apenas pela cantora.306 Ainda em 2008, surgiram boatos de uma suposta gravidez de Avril, porém tudo foi negado por ela. Lavigne sempre disse que queria engravidar antes dos 30 anos.

O divórcio

Avril separou-se de Deryck no dia 17 de setembro de 2009, mas apenas em 9 de outubro do mesmo ano a separação foi oficializada pela justiça, a partir da justificativa dada pela cantora de “diferenças irreconciliáveis”, acompanhado por um pedido de que não fosse concedida pensão ao ex-marido.

Após pedido feito por Lavigne, o cantor deixou a casa deles em Los Angeles. Avril deu declarações dizendo que Deryck e ela ainda são amigos, e que está grata pelos anos juntos. Segundo o tablóide inglês The Sun, a canadense era muito nova para se casar na época, e queria “explorar o mundo” sem o cantor. No mesmo mês, Lavigne deixou sua mansão para seu ex-marido.

Casamento com Chad Kroeger

Avril Lavigne e o noivo Chad Kroeger, vocalista da Banda canadense Nickelback, casaram-se na França.

De acordo com a revista Us Weekly, o casal selou a união perante cinquenta convidados no Château de La Napoule na cidade de Mandelieu, no sudeste do país.

“Foi uma festa que durou a noite toda, com bebida, dança, comida incrível e muita risada e lágrimas de felicidade”, revelou uma fonte.

Segundo o insider, os dois artistas beijaram-se com o mar Mediterrâneo ao fundo enquanto fogos de artifício explodiam no céu. “Foi um momento mágico e todos estavam impressionados”, declarou.

Acreditava-se que a data de realização do matrimônio de Lavigne e Kroeger, noivos desde o agosto de 2012, estivesse marcada o sábado (29/06/2013). Mais tarde, no entanto, foi confirmado que a celebração ocorreu no dia 1º de julho de 2013.

O casamento da Avril Lavigne com o Chad Kroeger foi super repentino, pegou todo mundo de surpresa e deu o que falar, teve direito até a vestido de noiva preto!

Enfim, passado todo o susto e falatório, todos nós esperávamos uma parceria musical do novo casal e a espera finalmente acabou!

A cantora chegou ainda a lançar o clipe da musica Let Me Go, com uma pegada romântica e meio dark, bem do jeitinho Avril de ser, com a participação especial do maridão Chad.

Fortuna: Linda, bem sucedida e milionária

Avril Lavigne, desde seu aparecimento na mídia em 2002, se tornou umas das cantoras mais ricas do mundo, segundo a lista anual da revista Forbes.

Sua renda em 2007 foi de aproximadamente de 12 milhões de dólares.

Em 2008, Avril resolveu vender suas mansões que ficam em Los Angeles e que segundo a mesma revista, disse que isso se deu por causa da crise econômica.

Uma delas ficam em Beverly Hills seu anúncio foi em fevereiro de 2007 e com uma venda de US$ 6,9 milhão para US$ 5,8 milhões um ano depois.

No mesmo ano, ela arrecadou mais de 13 milhões e volta a lista das mais ricas cantoras do mundo. Quando Avril foi casada com Deryck Whibley, suas fortunas somadas passou para 18 milhões em 2009.

Atualmente não se tem informações sobre a fortuna da Avril Lavigne, mas calcula-se que a cantora seja dona de uma quantia milionária, uma vez em que a diva atualmente lançou o seu quinto álbum e deverá entrar em turnê, muito em breve.

A expectativa dos fãs brasileiros é que a cantora faça shows em vários estados do país, inclusive nas Regiões Norte e Nordeste.

Lavigne e suas tatuagens espalhadas pelo corpo

Apenas algumas das tatuagens de Avril são relacionadas a ela. As outras são tatuagens compartilhadas com amigos. Lavigne tinha uma estrela tatuada no interior de seu pulso esquerdo, que combinava o estilo do seu primeiro álbum de estúdio, Let Go.

Foram feitas tatuagens idênticas e ao mesmo tempo com o produtor musical Ben Moody. No final de 2004, ela teve um pequeno coração rosa em torno da letra “D” aplicado a seu pulso direito, o que representava o ex-marido, Deryck Whibley

Os dois fizeram mais uma em março de 2010, em comemoração do seu aniversário de 30 anos de Deryck. Em abril do mesmo ano, ela acrescentou outra tatuagem em seu pulso, a de um relâmpago e um número 30. Em julho de 2010, Avril fez mais uma, agora com o nome de Brody na costela.

Muitos fãs possuem as mesmas tatuagens que eu jamais fiz, mas tenho vistos muitas homenagens a minha pessoa. Elas se parecem comigo. Isso é o mais importante, não é?” — Avril Lavigne

Seu gosto por tatuagens, no entanto, ganhou repercussão da mídia em maio de 2010, após Lavigne e Jenner terem feito tatuagens com a palavra “fuck” em suas costelas.

A cantora foi a capa de junho/julho da revista Inked, onde discutiu e mostrou suas tatuagens, incluindo uma estrela no seu antebraço esquerdo.

Avril Lavigne declarou para o site ‘OMG Music’, que ama ao ver um fã com uma tatuagem sua, principalmente se for um trecho de canção ou seu rosto.

Imagem pública

Quando Lavigne apareceu na mídia pela primeira vez, era conhecida por seu estilo “moleque”, em especial sua gravata e suas combinações. Ela preferia usar roupas largas, sapatos de skatistas, pulseiras e, às vezes, cadarços enrolado nos dedos. Durante as sessões de fotos, ao invés de usar brilhantes, ela preferia colocar roupas amassadas e antigas. Em resposta sobre seu estilo, a mídia passou a chamá-la de “princesa do pop-punk”.

Lavigne assumiu um estilo mais gótico em seu segundo álbum, Under My Skin. Durante os anos do disco The Best Damn Thing, mudou novamente de estilo, usando um cabelo loiro com uma faixa rosa e roupas mais femininas, incluindo calças jeans justas e saltos altos, e sendo modelo para revistas como Harper’s Bazaar.

Lavigne defendeu seu novo estilo, dizendo: “Eu realmente não me arrependo de nada. E agora estou crescida, eu sigo em frente.” Avril continua a usar o lápis de olho, o que faz desde bem antes de lançar seu primeiro álbum de estúdio.

“Mudei o jeito de me vestir, algo que é normal de se fazer. Mas olho para trás, vejo todas as fotos e todas aquelas coisas estranhas que eu vestia. E era legal vestir calças de skatista e gravata, naquela época.” — Avril em entrevista pra a revista “StyleList”.

Em 2010, ela passou a se alimentar de forma mais saudável e a participar de atividades esportivas, incluindo yoga, hóquei de rua, futebol, patinação e surfe. Em entrevista para a revista StyleList, Lavigne disse que evoluiu muito em comparação a quando tinha 17 anos.

Controvérsias

Avril Lavigne foi acusada três vezes de plágio, envolvendo as canções “Girlfriend”, “Contagious” e “I Don’t Have to Try”.

Os compositores norte-americanos da canção “I Wanna Be Your Boyfriend”, de 1979, do grupo The Rubinoos, abriram um processo contra Avril, acusando-a de ter copiado o refrão dessa música em “Girlfriend”.

Nesse single, Avril canta no refrão Hey hey, you you, I could be your girlfriend, o que seria muito parecido com Hey hey, you you, I wanna be your boyfriend, da canção cantada pelos The Rubinoos.

Terry McBride, empresário de Avril, defendeu a cantora, afirmando que ela nunca ouvira a música do grupo, e que essa era um hit menor, lançado antes mesmo dela ter nascido. Sobre a similaridade apontada, afirmou ainda que o termo hey you é usado em muitas letras, e que o grupo The Rubinoos poderia então ser acusado de ter plagiado o verso Hey! You! Get off of my cloud dos Rolling Stones.

Ao final, houve acordo, pois os autores do processo reconheceram que as similaridades entre as canções são devido a expressões comuns em muitas letras de canções.

Bem, eles não ganharam. (risos) Mas isso acontece toda hora no mundo da música. Eu não sou a primeira artista nem vou ser a última que vai passar por isso“. — Avril Lavigne falando a respeito das acusações de plágio para a revista Capricho.

Chantal Kreviazuk, que foi co-autora de canções do álbum Under My Skin, acusou Avril de lançar a canção Contagious, que ela teria mostrado para a canadense, sem lhe dar os devidos créditos, dizendo então que a cantora “cruza a linha da ética”, mas que não iria processá-la, apenas não trabalharia mais com Lavigne.

Avril alegou que a canção que lançou foi composta por ela junto com o Evan Taubenfeld e era apenas uma coincidência que o título da música fosse igual ao de uma que Chantal a enviara alguns anos antes.

Por fim a cantora ameaçou processar Chantal por suas declarações, mas essa então se retratou, enviando uma carta de desculpas.

Após essas acusações, surgiram na internet novas suspeitas contra a cantora, desta vez em relação à canção I Don’t Have to Try, com a canção I’m the Kinda, da cantora Peaches.

Conforme a revista Rolling Stone, os primeiros vinte segundos da canção de Avril são praticamente idênticos à de Peaches, lançada em 2003.